Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

O momento é grave

Tenho andado pouco pela blogosfera, pelo que posso dizer com toda a certeza que se tem falado pouco do atentado que o Costa e os seus amigos cometeram no Bairro Alto. O senhor de tez morena e os seus benditos comparsas acham que os bares deve fechar às 2h00. Acham que a polícia deve andar de segway. Acham que os moradores devem ter um kit de limpeza de paredes grafitadas. Acham que as casas de fado não devem abrir à hora de almoço. O problema é que estes senhores, que têm tantas achaduras, mandam na aldeia. O que quer dizer dizer que, a partir de 1 de Novembro, isto será realidade e não apenas ideias lunáticas. O senhor Costa só não explica é para onde é que um gajo vai depois das 2h00. Talvez para Sintra, onde ele tem a sua sossegada vivenda. Não se tem falado o suficiente disto, não tem não...
 

publicado por Proletário às 00:44
link do post | comentar
4 comentários:
De Pedro Chichorro a 16 de Outubro de 2008 às 03:05
No Porto, há uns anos, plastificaram a Ribeira que era o nosso BA. Agora ninguém vai para lá excepto alguns turistas estrangeiros.
Só há poucos meses se começou a ocupar as ruas da baixa, porque durante os últimos anos quem ganhou foram as discotecas-armazém dos arredores, da zona industrial e, talvez, as máfias dos seguranças.
Agora, mesmo sem moradores nas novas ruas da moda, há quem critique o facto de haver (muita) gente cá fora até às 4.
Há quem defenda que isto vai durar pouco, mas acho que não faz sentido nenhum bloquear estes instintos vadios dos cidadãos. E docas não são alternativa - as de Gaia nunca foram e a ideia era essa.


De pedrocs a 16 de Outubro de 2008 às 10:09
É vergonhoso! Como toda a gente sabe, os bares deviam era fechar às 22, a polícia devia andar de patins em linha e os moradores deviam ter era juízo e ir viver para Chelas!

E como é óbvio, depois das 2 o menino devia era ir para a cama... anda por aí a vadiar porquê? Olhe que depois, deus mastiga!
De Manuel Padilha a 16 de Outubro de 2008 às 18:09
Tenho uma dúvida que até agora ninguém me conseguiu explicar:
- Se um polícia tiver de fazer uma perseguição a um bandido a pé como o fará ele? Tenta apanha-lo na Segway mesmo que apareçam degraus? Pede ao seu colega para lhe guardar as rodinhas e vai atrás dele a pé? Atira directamente às pernas do bandido? Enfim, quem achou que era bom negócio gastar milhares naquelas coisas com rodas e por os polícias que pagam o próprio boné em cima daquilo?
De Anónimo a 21 de Outubro de 2008 às 21:27
gdfdfdfddfddd gsgsgsf ghsgsf ghsgsfg hshsgf

Comentar post

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO