Terça-feira, 3 de Julho de 2007

Coisas cultas e assim

No seguimento do desafio lançado pela Pacharina aqui ao lado, mas tendo em conta que não só não especificou os sujeitos desafiados, como ainda a Pacharita, do mesmo estaminé, decidiu fazê-lo com um toque pessoal, decidi enveredar pelo mesmo caminho. Assim, não partilharei os últimos livros que li (que são pouquinhos), mas sim os filmes baseados em obras literárias que vi:

- Captains Courageous (Lobos do Mar): o Óscar de melhor actor mais português, conquistado por um Spencer Tracy a interpretar um marinheiro madeirense (falando inclusivamente em português), embora parecendo dois irmãos Marx, penteado à Harpo e falando à Chico. E uma história bem razoalvelzinha.

- Ba Wang Bie Ji (Adeus Minha Concubina): 60 anos da história da China do séc. XX, começando nos loucos anos 30, passando pela Guerra Mundial, a invasão japonesa e, como não podia deixar de ser, o tema favorito dos cineastas da Quinta Geração, a Revolução Cultural. Tudo através dos olhos do triângulo amoroso envolvendo dois actores (um dos quais uma espécie de travesti) e uma prostituta. Não se podia exigir mais.

- The New World: Tecnicamente não uma adaptação de um livro, mas não me interessa. Sem ser o melhor Malick, foi ainda assim um dos melhores de 2005. Poesia em movimento. E está tudo dito.

- Children of Men: Alfonso Cuarón a brincar aos planos-sequência num filme passado numa distopia em que a humanidade se está a extinguir. Todos os ingredientes para duas horas bem passadas.

- The Prestige: A mais agradável surpresa de 2006. Com um grande elenco, incluindo Christian Bale, o único actor que faz frente a Edward Norton na corrida para o melhor actor desta geração, andou por aí na sombra do outro filme sobre ilusionistas no fim do séc. XIX, curiosamente com o outro grande actor. Mas enquanto esse era mais uma espécie de "Usual Suspects" de época, este é um filme grandioso, repleto de ódios figadais, vinganças e ciúmes. E tem o David Bowie a fazer de Nikolai Tesla. E é realizado pelo Christopher Nolan. Vivamente aconselhado.

Quanto aos livros propriamente ditos e à cadeia e tal, os meus distintos colegas de blog que respondam, bem como o Maradona, coitadinho.
publicado por Comboio Azul às 15:47
link do post | comentar

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO