Sábado, 16 de Julho de 2005

Adenda à adenda

Não querendo entrar em confronto com o digníssimo camarada proletário, devo fazer uma ressalva acerca de um facto que, aparentemente, não consegui transmitir no meu anterior post:

Não pretendi fazer uma listas das "melhores séries de sempre", mas sim referir apenas duas que considero momentos marcantes da história da televisão, que a poderão ter mudado a forma como esta encara o seu entretenimento. Admito que as séries citadas pelo camarada sejam de facto muito boas, embora não tenha visto um único episódio de nenhuma delas (no entanto, estou prestes a tomar posse do 1º episódio do Six Feet Under, precisamente por sua indicação), mas desconfio que cada uma possa ser catalogada num ou mais géneros sem os conseguir atravessar a todos de uma forma terrivelmente eficaz como Twin Peaks e Lost.

Estou ciente que existem exemplos de boa televisão em várias séries que apreciei, e creio até que o camarada concordará comigo numas quantas: assim de repente, lembro-me da comédia genial do Seinfeld, do corrosivo South Park ou do fantástico Futurama. No entanto, apesar de todos estes exemplos terem sido marcantes no mundo da comédia, não desafiaram o cruzamento com outros géneros, reinventando-se.

Admito que haja muito boa televisão que constitua um maior entretenimento do que Twin Peaks ou Lost (senão seriam as séries mais vistas de todos os tempos), mas o meu ponto é bastante mais simples: foram (são) as melhores pelas suas características, não apenas de entretenimento, como também de ultrapassar limites e, até, confundi-los. Por serem capazes de ter brilhantes momentos de humor mas também nos deixarem inquietos por se atreverem a lidar com as características mais escuras da psique humana.

Espero ter conseguido esclarecer o camarada, pelo que considero este assunto terminado.
publicado por Comboio Azul às 22:32
link do post | comentar

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO