Sexta-feira, 6 de Maio de 2005

Pelo Berço

Esta semana estive em Guimarães, o sítio onde, ao que se diz, "nasceu Portugal". À hora de jantar rumei com um amigo à famosa Praça de Santiago (para quem não conhece, é aquela que serviu de cenário a um muito elogiado anúncio da SuperBock ). Lá estávamos nós, no coração da zona considerada património da humanidade. Escolhemos, à sorte, um dos restaurantes da praça. Éramos os únicos portugueses na casa. Vem a lista, primeira desilusão. Febras, bitoques, bifes à casa. Comida típica da região nem vê-la. O mais parecido era um generalizado bacalhau à brás. Escolhemos o bife: uma coisa miserável, cheia de nervos, acompanhado de umas batatas fritas de refugo. Pode ter sido apenas mais um azar. Mas custa ter um azar destes num dos espaços públicos mais bonitos do país. A imagem que os turistas levam do nosso país passa muito pelo que se come. Não haverá quem se lembre de exigir que só os melhores possam servir nas zonas mais emblemáticas da nação?
publicado por Proletário às 10:24
link do post | comentar

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO