Sexta-feira, 18 de Agosto de 2006

A história de um pulha.

Não há quem não tenha andado pelo universo dos comics que não tenha que ter feito uma escolha a certa altura entre a DC Comics e a Marvel. Na verdade não é bem uma escolha, porque toda a gente escolhe a Marvel. A DC é sobretudo conhecida por ser muito chata. Para nos mantermos no universo das adaptações basta ver que o Super-Homem e o Batman são da DC e que o Homem-Aranha, Demolidor ou os X-Men são da Marvel. Que os filmes tenham sido maus, não discuto, mas a riqueza dos personagens está algumas milhas à frente. O Batman escapará, vá, mas deve-o exclusivamente a Tim Burton e, mais tarde a Frank Miller. Não à DC. E o paradigma da seca que é esta editora é precisamente publicar o Super-Homem. Não é possível inventar herói mais aborrecido. Invencível (excepto naquela coisa verde que sabemos, o que leva a que essa coisa verde tenha que ter tantas aparições como o S), sem chatices e dilemas humanos e moralmente irrepreensível.

Bom, moralmente irrepreensível não será bem assim. Aqui se vê que o Super-Homem é um rufia. Que faz o tipo quando se apercebe que a miuda que tinha como mais que garantida arranjou namorado? Faz jogo sujo. Leva-a a voar, ver a cidade do alto, explica-lhe que com mais ninguém faz aquilo. Enfim, golpes baixíssimos, e que fazem oficialmente do Super-Homem um tipo de mau fundo. Não há o que possa justificar isto.

Entretanto, o filme é bastante mau. Tem uma ou outra ponta por onde se lhe pegue, em momentos de alguma ironia, mas com momentos de ironia faz-se um jantar de amigos, não se faz um filme de duas horas e meia. O Super-Homem já é cansativo; com este filme é impossível ter alguma consideração pela figura.
publicado por Sérgio às 02:38
link do post | comentar

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO