Domingo, 30 de Novembro de 2008

Ja que vem 'a Pe'rsia operar nariz e vista, aproveitem e comprem umas lentes baratas, baratas

Sigma 28-105, F2.8-4, Aspherical, 72mm, com Polarizador

 

190 euros

 

Padilha e Velhote, a Turkish voa para ca' por 600eur. Passam umas ferias do camandro e compram todo o material com q sempre sonharam.

 

Ah, Joao, todas aquelas tuas preocupacoes sao infundadas. Isto e tranquilissimo. O governo ja' tem as orelhas quentes de tanto que ouvi critica-lo. O ambiente e muito, muito mais descontraido do que pensava. Hoje ao almoco estava a comentar com o guia aqui em Yazd as prescricoes do Khomeini (ja' agora, o nome deve-se a ele ser oriundo da cidade de Qom) sobre como ir a' casa-de-banho. Ele proprio disse q so leu esse livro como anedota, para depois gozar com os amigos. "Se estou a' rasca para ir, e claro que me estou a cagar para Khomeini, nao achas?"

 

Apenas 20% dos iranianos vao a' mesquita a' sexta-feira. Meus caros, isto nao e' nada daquilo que os media nos impingem.

publicado por O Escravisauro às 18:11
link do post | comentar | ver comentários (1)

Para os que andam distraidos e ainda nao perceberam que estou no Irao

Ja' visitei Teerao, a Ilha de Quish no Golfo Pe'rsico, Shiraz, Isfaao e agora estou em Yazd. No meio disto tudo, a coisa que mais me impressionou ate' agora foi a quantidade de iranianos que andam a fazer operacoes plasticas ao nariz. Num passeio nocturno na 5a. noite (sabado a noite por aqui) por Teerao contamos 13 (treze) gajos com a penca enfaixada em gaze. Toda a gente quer perder o nariz persa que Ashura Mazda lhes deu. Elas tambem. Ate a tipa da recepcao aqui do hotel.

 

E parece que Yazd e' a capital da cirurgia plastica aqui do sitio e arredores (orientes, proximo, medio e extremo):

 

Nariz - 2.000 USD. Sergio, 'ta's a espera do que?

Olhos (dois) - 500 USD. Se soubesse, nao tinha ido ao Brasil...

publicado por O Escravisauro às 17:50
link do post | comentar
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

ASAE em Bogotá

 Não há boteco, vendedor de rua, que mexa na comida e que não esteja equipado a rigor.

publicado por joaovelhote às 12:13
link do post | comentar

Quatro horas de Venezuela

O aeroporto de Caracas é como o de Havana - Socialismo o muerte por todo o lado.
Mas em Caracas há um Burger King.

publicado por joaovelhote às 11:56
link do post | comentar
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Isto está a ficar bonito

Quer ir à América? Tem de preencher um formulário online a pedir visto. E aí aparece-lhe este tenebroso pop up. Confira com os seus olhos aqui:

 

 

 

Transcrevendo:

 

This Department of Homeland Security (DHS) computer system and any related equipment is subject to monitoring for administrative oversight, law enforcement, criminal investigative purposes, inquiries into alleged wrongdoing or misuse, and to ensure proper performance of applicable security features and procedures. As part of this monitoring, DHS may acquire, access, retain, intercept, capture, retrieve, record, read, inspect, analyze, audit, copy and disclose any information processed, transmitted, received, communicated, and stored within the computer system. If monitoring reveals possible misuse or criminal activity, notice of such may be provided to appropriate supervisory personnel and law enforcement officials. DHS may conduct these activities in any manner without further notice. By clicking OK below or by using this system, you consent to the terms set forth in this notice

 

publicado por Proletário às 20:19
link do post | comentar
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Há alturas em que talvez o Proletário tenha alguma razão no que diz...

Rothko art hung 'wrong way round' in exhibition

 

Despite the artist's signature, the correct way to display the works have never been agreed because there are no photographs available to indicate for certain how Rothko wished the works to be hung. Further complicating the issue is which of the two possible horizontal displays is the correct one, creating a risk of hanging the paintings upside-down.

Although the Tate hung them horizontally for nine years, they were changed to vertical by the then director, the late Sir Norman Reid, on the advice of a colleague, according to reports
.

 

publicado por Sérgio às 16:27
link do post | comentar
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Devolucoes

Depois de ver as entrevistas de Fatima Felgueiras e Pedro Santana Lopes, impoe-se uma pergunta: Existe o desrecenseamento eleitoral?

sinto-me: flatulento
publicado por Gil Eanes às 21:02
link do post | comentar
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

A estatística não engana!

publicado por O Escravisauro às 18:22
link do post | comentar

Hoje

publicado por Sérgio às 16:48
link do post | comentar
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

De como a ficção torna possível a realidade

 

Li algures que o programa televisivo favorito de John McCain é a série "24".

 

Este facto diz muito e mal do septuagenário que sairá hoje a perder das eleições presidenciais. Mau gosto e escasso insight. Para além da série ser uma valente bosta, o homem não percebe o contributo da mesma para a sua previsível derrota nas urnas. Sem ela, teria sido muito mais difícil para o povo americano visualizar um negro à frente do seu país.

 

Recordo-me perfeitamente de quando vi pela primeira vez um episódio da série, ter pensado que a cena do presidente preto (David Palmer - Actor Dennis Haysbert) era engraçada mas que iriamos demorar muitos, muitos anos até lá chegar. Em termos de ficção, assim de cabeça, recordo-me também dum filme de segunda com o James Earl Jones em que ele ascende a presidente, sendo antes Speaker of the House (3ª figura hierárquica do sistema político americano), por morte do Presidente e Vice-Presidente (brancos) num desastre de aviação.

 

Bom, como dizia, quando vi a personagem, achei que aquilo estava a anos-luz. Depois, ao testemunhar a crescente credibilidade da candidatura de Obama, acho que o meu subsconsciente não estranhou tanto a perspectiva de ele ganhar pois até já tinha visto coisa semelhante na série "24". E assim se constroem pré-figurações mentais que tornam possível vitórias eleitorais. E assim, acho justo que o BHO pague uma  mariscada daquelas no Ramiro ao Joel Surnow, criador da série 24. E, no final, junto com o James Martin's 30 anos, ordene, como primeira medida do seu mandato, a retirada imediata daquela gaita do ar pois já não há mais pachorra para o Jack Bauer et alia compinchae. A primeira viagem oficial ao estrangeiro contar com um detour ao Intendente também seria inusitado. Já estou a imaginar a peça do Luís Costa Ribas, com a impávida cara de parvo de sempre a adjectivar o momento como "histórico".

 

 

Enquanto escrevia esta posta, encontrei isto que ainda não tive tempo de ler com atenção.

 

Próximo passo:  O Concílio Vaticano III eleger um Deus preto pois isso também já apareceu num filme com o Morgan Freeman. Vá, Ratzinger, convoca-me essa merda! Mostra-nos que estavamos todos enganados e até és um gajo cool.

publicado por O Escravisauro às 11:14
link do post | comentar

Pesquisar

coisos

Arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

blogs SAPO